<$BlogRSDURL$>
Mentes Férteis
5.19.2006
 
Update 20/06: O texto estava muito panfletário, e isso é chato.

Eleições sem Copa é como futebol com bola quadrada.

Vamos jogar eleições?

É ano de Copa, é ano de eleições. Pois é, é ano de duas grandes competições.
Porque as eleições já não passam disso. É um jogo estranho onde, por meio de propagandas idotas e felizes, com criancinhas e tudo mais o que uma mente do tamanho da honestidade dos políticos possa imaginar, influencia-se as pessoas de tal modo que não sei explicar (e acho que nunca consiguirei) para que elas votem em um dos competidores. Outra tática muito utilizada também (e muito mais eficiente, eu espero, por um mínimo de dignidade do povo) é sujar o nome do adversário, fazendo com que a galera mude de lado.
Mas a parte mais estranha de todo o jogo é o prêmio: um tantinho de poder. Para quê serve? Não é pode ser por dinheiro, para chegar lá é muito esforço e o dinheiro adquirido é muito instável e perigoso (mas já que eles estão lá, eles aproveitam e roubam, oras). Para ajudar o povo… bom, preciso dizer algo? Por amor ao poder como no livro 1984, de George Orwell, também não é, se fosse dariam um golpe de estado (o que seria muito mais excitante e divertido). Para favorecer a elite empresarial? Não, não adianta, Tio Sam vai fodê-los do mesmo jeito.
Eleições não tem nada a ver com democracia. Se o voto é a melhor arma do povo, estamos armados com pistolas d'água contra uma invasão estado unidense.
Mas nem tudo está perdido! Peguemos nossas arminhas de água, enchamos com gasolina, acendamos um isqueiro e o que temos? Um lança chamas!!! (Quem diria que assistir filme do Van Damme seria útil para alguma coisa?)
O que eu quero dizer com isso?
"art. 224. Se a nulidade atingir a mais de metade dos votos
do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e
estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas
as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do
prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias."
Os canditados das eleiçõe anuladas podem se candidatar as eleições substitutas, mas e se anularmos eleições repetidamente? Dá pra causar um bom colapso nisso tudo, não? E colapso é sinônimo de oportunidade de mudança!
 

MERDA SECA
Maio 2004 / Junho 2004 / Julho 2004 / Agosto 2004 / Setembro 2004 / Outubro 2004 / Novembro 2004 / Dezembro 2004 / Janeiro 2005 / Fevereiro 2005 / Março 2005 / Abril 2005 / Maio 2005 / Junho 2005 / Julho 2005 / Agosto 2005 / Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Janeiro 2007 /



Powered by Blogger
Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Letras de Música




by letras.mus.br


Cifras e Tabs




by Cifra Club