<$BlogRSDURL$>
Mentes Férteis
11.28.2004
 
Finalmente eu tomei vergonha na cara para escrever um post sério. Nao é uma tarefa fácil, já que eu precisaria escrever um livro para justificar tudo o que eu penso, mas por hora, o que vou escrever agora é o suficiente.

Conspiraçoes

Sim, elas existem e influenciam diretamente na nossa vida, mas quase ninguém sabe disso, afinal se todos soubessem nao seria possível manipular a massa. Já brinquei muito com este assunto (só os potes de palmito podem salvar o gênero masculino!), mas desta vez pretendo mostrar como funcionam (se é que eu realmente sei) as verdadeiras conspiraçoes.
Quem governa o Brasil? Nao, nao é o Lula, é a Globo, ela decide o que o povo vai saber e pensar. Ninguém ficou sabendo sobre o confronto da polícia contra os manifestantes da ONG Mídia Independente, que queriam rebatizar a Av. Roberto Marinho para Av. Vladmir Herzog. E por que ninguém ficou sabendo? Porque nao interessa para a Globo que o povo saia por aí rebatizando rua. E por que o documentário Muito além do cidadao Kane foi proibido no Brasil? Porque nao interessa a Globo que o povo saiba como ela manipula o país.
Nao é assim só no Brasil, George W. Bush só foi eleito porque seu primo que trabalha na Fox noticiou que ele havia ganho as eleiçoes, e por ser uma rede de prestigio, todos os outros canais mudaram o que haviam anunciado, que Al Gore havia sido eleito, e declararam Bush o novo dono do mundo. Bush só foi reeleito porque sabia manipular informaçoes e meter medo no povo. Ou você acha que é Osama Bin Laden ainda está vivo por acaso?
E por que a existencia de vida em outros planetas e a vinda de extraterrestres para cá ainda é tida como nao provada? Bom, isso eu também nao sei, a única coisa que sei é que estao escondendo algo de nós, ou seja, estao conspirando contra o povo, nos enganando.
Mas as conspiraçoes e manipulaçoes nao sao coisas da atualidade, o surgimento das religioes e dos cultos, acredito eu, sao apenas fruto da brilhante ideia de dizer que há algo que lhe castigará se você nao serguir certas regras E quem dita as regras? O suposto mensageiro de Deus, o idealizador de toda essa parada, o cara que quer te meter medo.
E ainda há muito mais segredos nao revelados, é só pensar no que nao faz sentido nenhum em sua vida, pode ter certeza de que estao te enganando ou escondendo algo.

PS: Quantas perguntas! Quanta incerteza! Mas a culpa nao é minha, só sei que nada sei, pois nao me deixam saber.

PS2: O texto é meio confuso, é que eu tenho muita coisa na mente, nao dá pra escrever tudo o que penso nem investigar tudo o que quero descobrir.
 
11.20.2004
 
Sábado a noite, estou no meu ICQ conversando com as escassíssimas pessoas que estavam conectadas, e, enquanto esperava respostas (ou assunto), entrei num fotolog/flog/qualquer-coisa-em-que-se-posta-fotos (eu achei isto realmente decadente, flogs sao o símbolo maximo das pessoas normais), olhando naqueles links que tem uma fotinho, no lado direito da tela, encontro a foto de uma amiga minha, aí, no outro flog, encontro a foto de um amigo meu, e assim, a partir de um pequeno peido, que é seguido de um belo troço, nasce o "Teste de Popularidade Harry Metal" (nao tem patente, mas eu sei que vocês nao vao fazer a calhardice de copiá-lo sem dar os devidos créditos).

TPHM
Teste de Popularidade Harry Metal

Como diria Jack, O Estripador: Vamos por partes (putz, essa é velha!):

1- Entre num flog (achei esta designaçao mais curta) de umn conhecido(a);
2- Procure nos links de outros flogs uma foto de alguém conhecido(a);
3- Entre no flog onde foi postado a foto da pessoa conhecida;
4- Repita os três primeiros passos neste flog em que você entrou;
5- Conte o número de flogs diferentes em que voc%e entrou.
Obs: se você tiver de clicar no "more", embaixo dos links, conte como apenas 0,75 flogs.

PS: Sem contar os parênteses de "(a)", eu acho que hoje eu bati meu recorde de parênteses por texto.
PS2: Esse negócio de ter de colocar um (a) na frente de uma par de palvra é realmente um saco.
PS3: Nao ligue se eu escrevi algo de maneira incorreta, eu estava no ICQ.
PS4 (hoje também bati meu recorde de PS's): Você nunca viu um teste igual a este né? Nao me diga que eu copiei sem saber através do cosmos!
 
11.15.2004
 
Argh, cheirao de mofo nessa joça aqui!
Desculpe o abandono do blog, assim, desavisadamente, mas é que eu nao esperava que as últimas semanas de aula fossem tao movimentadas assim, alem de que meu computador estava com um pau enorme (sem interpretaçoes maliciosas, por favor). A soma desses fatores nao me permitiram postar e tampouco criar alguma coisa concreta, mas há alguns vultos de post que começam a tomar forma, logo estarao aqui também.
Como eu nao tenho nada pronto de minha autoria vou postar um texto que recebi por e-mail e que nao credito porque simplesmente nao há nenhuma referencia de quem criou ou de que site foi retirado, mas que se dane, se este texto for seu mande um e-mail para andrescherma@yahoo.com.br e eu faço as devidas alteraçoes.
Sem mais xurumelas, lá vai o troço:

Vertentes do Rock/Metal

Para entender as diferentes vertentes do Metal e do Rock, vamos imaginar uma situação e seus respectivos desfechos na abordagem de cada estilo.

"No alto do castelo, há uma linda princesa - muito carente - que foi ali trancada, e é guardada por um grande e terrível dragão"...

METAL MELÓDICO:
O protagonista chega no castelo num cavalo alado branco, escapa do dragão, salva a princesa, fogem para longe e fazem amor.

TRUE METAL:
O protagonista chega no castelo e vence o dragão em uma batalha justa usando uma espada. Banhado no sangue do dragão, transa com a princesa.

THRASH METAL:
O protagonista chega no castelo, duela com o dragão, salva a princesa e transa com ela.

HEAVY METAL:
O protagonista chega no castelo numa Harley Davidson, mata o dragão, enche a cara de cerveja com a princesa e depois transa com ela.

FOLK METAL:
O protagonista chega acompanhado de vários amigos tocando acordeon, alaúde, viola e outros instrumentos estranhos. Fazem o dragão dormir depois de tanto dançar, e vão embora... sem a princesa.

VIKING METAL:
O protagonista chega em um navio, mata o dragão com um machado, assa e come. Estupra a princesa, pilha o castelo e toca fogo em tudo antes de ir embora.

DEATH METAL:
O protagonista chega, mata o dragão, transa com a princesa, mata a princesa e vai embora.

BLACK METAL:
Chega de madrugada, dentro da neblina. Mata o dragão e empala em frente ao castelo. Sodomiza a princesa, a corta com uma faca e bebe o seu sangue em um ritual até matá-la. Depois descobre que ela não era mais virgem e a empala junto com o dragão.

GORE:
Chega, mata o dragão. Sobe no castelo, transa com a princesa e a mata. Depois transa com ela de novo. Queima o corpo da princesa e transa com ele de novo.

SPLATTER:
Chega, mata o dragão, abre-o com um bisturi. Sodomiza a princesa com as tripas do dragão. Abre buracos nela com o bisturi e estupra cada um dos buracos. Depois mata a princesa, faz uma autópsia, tira fotos, e lança um album cuja capa é uma das fotos.

DOOM METAL:
Chega no castelo, olha o tamanho do dragão, fica deprimido e se mata. O dragão come o cadáver do protagonista e depois come a princesa.

WHITE METAL:
Chega no castelo, exorciza o dragão, converte a princesa e usa o castelo para sediar mais uma "Igreja Universal do Reino de Deus".

NEW METAL:
Chega no castelo se achando o bonzão e dizendo o quanto é bom de briga. Acha que é capaz de vencer o dragão; perde feio e leva o maior cacete. Foge e encontra a princesa. Conta para ela sobre a sua infância triste. A princesa dá um soco na cara dele e vai procurar o protagonista Heavy Metal. O protagonista New Metal toma um prozak e vai gravar um disco "The Best Of".

ROCK N'ROLL CLÁSSICO:
Chega de moto fumando um baseado e oferece para o dragão, que logo fica seu amigo. Depois acampa com a princesa numa parte mais afastada do jardim e depois de muito sexo, drogas e rock n roll, tem uma overdose de LSD e morre sufocado no próprio vômito.

PUNK ROCK:
Joga uma pedra no dragão e depois foge. Pixa o muro do castelo com um "A" de anarquia. Faz um moicano na princesa e depois abre uma barraquinha de fanzines no saguão do castelo.

PROGRESSIVO:
Chega, toca um solo virtuoso de guitarra de 26 minutos. O dragão se mata de tanto tédio. Chega até a princesa e toca outro solo que explora todas as técnicas de atonalismo em compassos ternários compostos aprendidas no último ano de conservatório. A princesa foge e vai procurar o protagonista Heavy Metal.

HARD ROCK:
Chega em um conversível vermelho, com duas loiras peitudas e tomando Jack Daniel's. Mata o dragão com uma faca e faz uma orgia com a princesa e as loiras.

GLAM ROCK:
Chega no castelo. O dragão rí tanto quando o vê que o deixa passar. Ele entra no castelo, rouba o Hair Dresser e o batom da princesa. Depois a convence a pintar o castelo de rosa e a fazer luzes nos cabelos.

PS(só para nao perder o costume): É o meu vigésimo post e eu acho que nao cheguei a fazer cinco posts sérios.
 

MERDA SECA
Maio 2004 / Junho 2004 / Julho 2004 / Agosto 2004 / Setembro 2004 / Outubro 2004 / Novembro 2004 / Dezembro 2004 / Janeiro 2005 / Fevereiro 2005 / Março 2005 / Abril 2005 / Maio 2005 / Junho 2005 / Julho 2005 / Agosto 2005 / Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Maio 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Janeiro 2007 /



Powered by Blogger
Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Letras de Música




by letras.mus.br


Cifras e Tabs




by Cifra Club